Queda de fertilidade pode ter causado extinção dos neandertais, diz estudo

2 min




Os neandertais foram extintos há 40 mil anos. Apesar de os arqueólogos serem capazes de estimar a época em que eles desapareceram, é difícil explicar porquê isso aconteceu. A falta de dados empíricos para testar hipóteses é um dos principais desafios para os cientistas. Afinal de contas, não existe ninguém com o DNA 100% neandertal que possa esclarecer nossas dúvidas.

Eventos catastróficos, doenças, mudanças climáticas e até extermínio por parte dos Homo sapiens são hipóteses que podem explicar a extinção da espécie. A Universidade de Aix-Marselha, na França, adicionou mais uma carta ao jogo: o declínio de fertilidade entre as mulheres neandertais.

A pesquisa foi publicada na revista científica PLOS ONE. Os cientistas criaram um modelo matemático de população neandertal para tentar contornar a falta de dados empíricos. Com esse modelo, eles simularam cenários diferentes e hipotéticos que poderiam ter levado à extinção de nossos parentes humanos.

Mas como o modelo foi criado se os cientistas não possuem esses dados empíricos? Sabemos que os neandertais eram caçadores-coletores e também conhecemos algumas informações genéticas de estudos anteriores sobre a espécie. Os pesquisadores se basearam no comportamento de populações caçadoras-coletoras atuais em conjunto com os dados neandertais existentes. Dessa forma, eles exploraram fatores demográficos relacionados ao declínio da população, como sobrevivência, migração e taxa de fertilidade.

Segundo a simulação, uma queda de fertilidade em mulheres de até 20 anos já poderia levar à extinção da espécie. De acordo com estudos anteriores, os neandertais foram diminuindo em quantidade até culminar em seu desaparecimento. Esse declínio aconteceu ao longo de um período entre quatro e dez mil anos.

Se a queda de fertilidade fosse de 2,7%, eles seriam extintos em dez mil anos. Se essa queda fosse de 8%, bastariam quatro mil anos para eles se extinguirem. Um segundo fator foi levado em consideração: a mortalidade infantil. Combinada com o declínio de fertilidade, um aumento de apenas 0,4% das mortes de crianças menores de um ano também poderia ter contribuído para a extinção.

O objetivo da pesquisa não é cravar a causa exata da extinção dos neandertais, mas ampliar o leque de possibilidades. Esse é o primeiro estudo a indicar que pequenas mudanças demográficas, como redução de fertilidade ou aumento de mortalidade infantil, podem ter levado ao fim da espécie.



Leia aqui a matéria original


Curtiu? Manda pros parças!

Qual sua reação

amei amei
1
amei
buá buá
0
buá
paia paia
3
paia
kkk kkk
3
kkk
uau uau
2
uau
Tesão News

Jornal Online Colaborativo de Curitiba que pretende inovar trazendo os leitores como criadores de notícias, integrando-os na plataforma e criando redes comunicativas e participativas. Um jornal com visual diferente e novas interações com a notícia, experimente, participe!

Deixe seu recado

Escolha um formato
Notícia
Escreva sua notícia e ganhe uma grana (veja regras na Pág. Como funciona)
Vídeo
Youtube ou Vimeo (Use somente vídeos embedados </>)
Imagem
Envie uma imagem ou Gif

Send this to a friend